GOOGLE

Pesquisa personalizada

sexta-feira, janeiro 31, 2014

quinta-feira, junho 13, 2013

JOSH GROBAN - YOU ARE LOVED (DON'T GIVE UP) - LEGENDADO





Não desista

E simplesmente o peso do mundo

Quando seu coração estiver pesado

Eu vou ergue-lo para você

Não desista

Pois você quer ser ouvido

Se o silencio tomar conta de você

Eu vou quebra-lo para você

Todo mundo quer ser entendido

Bem, eu posso te ouvir

Todo mundo quer ser amado

Não desista

Porque...Você... É... Amado

Não desista

É apenas a dor que você esconde

Quando você estiver perdido por dentro

Eu estarei lá para encontra-lo

Não desista

Pois você quer brilhar intensamente

Se a escuridão cega-lo

Eu brilharei para te guiar

Todo mundo quer ser entendido

Bem, eu posso de ouvir

Todo mundo quer ser amado

Não desista

Porque...Você... É... Amado

Porque...Você... É... Amado

Não desista

Todo mundo precisa ser ouvido

Você... É... Amado

 

Josh Groban - You Raise Me Up (Legendado)




You Raise Me UP – Josh Groban

 

Quando eu estou abatido e, oh minha alma, tão cansada

Quando preocupações surgem e meu coração fica carregado

Então, eu me acalmo e espero aqui em silêncio

Até você vir e sentar-se por algum tempo comigo

Você me levanta de modo que eu posso ficar em pé sobre as montanhas

Você me levanta para andar em mares tempestuosos

Eu sou forte quando estou em seus ombros

Você me levanta, mais do que eu posso ser

 

Você me levanta, de modo que eu posso ficar em pé sobre as montanhas

Você me levanta para andar em mares tempestuosos

Eu sou forte quando estou em seus ombros

Você me levanta, mais do que eu posso ser

 

Você me levanta, de modo que eu posso ficar em pé sobre as montanhas

Você me levanta para andar em mares tempestuosos

Eu sou forte quando estou em seus ombros

Você me levanta, mais do que eu posso ser

 

quarta-feira, novembro 16, 2011

Quase acreditei que não era nada


Quase acreditei...

Quase acreditei que não era nada
Ao me tratarem como nada.

Quase acreditei que não seria capaz
quando não me chamavam , por acharem que eu não era capaz.
Quase acreditei que não sabia
quando não me perguntavam por acharem que eu não sabia.

Quase acreditei ser diferente
entre tantos iguais, entre tantos capazes e sabidos, entre
tantos que eram chamados e escolhidos.

Quase acreditei estar de fora
Quando me deixavam de fora porque... que falta fazia?
E de quase acreditar adoeci;
Busquei ajuda com doutores,  mestres, magos e querubins.

Procurei a cura em toda parte e ela estava tão perto de mim.
Ensinaram-me a olhar para dentro de mim mesmo e perceber
que sou exatamente, como os iguais que me faziam diferente.

E acreditei profundamente em mim.
E tenho como dívida com a vida  fazer com que cada ser humano
se perceba, se ame, se admire de si mesmo, como verdadeira fonte de riqueza.

Foi assim que cresci: acreditando.

Sou exatamente do tamanho de todo ser humano.
E por acreditar perdi o medo de dizer, de falar, participar,
e até de cometer enganos.

E se errar?
Paciência,  continuo vivendo por isso aprendendo.
E errar é humano.

Autor desconhecido

domingo, outubro 02, 2011

Depois de algum tempo você aprende


Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.

Aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida.

Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. 

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.

Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.

Aprende que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.

Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.

Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou.

Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.

Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.

Aprende  que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.

Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.

Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto... Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"

William Shakespeare

segunda-feira, julho 25, 2011

A partir de agora



Não vou mais:
Abrir mão de meus sonhos...
Lutarei sempre para que eles aconteçam.
Mesmo que eu leve uns bons tombos,
vencerei meu medo e continuarei correndo atrás
do melhor para mim;

Não vou mais:
Colocar minha felicidade nas mãos de alguém...
Vou ser feliz de qualquer jeito.
De preferência, amando quem me ama,
sem preocupações e torce para me ver feliz;

Não vou mais:
Passar a vida esperando pelo que desejo que aconteça...
Vou aproveitar hoje mesmo,enquanto o amanhã não chega.
Aprenderei a curtir cada momento com o que existe de bom, aqui e agora;

Não vou mais:
Querer ser modelo de perfeição ou copiar o dos outros...
Vou me aceitar como sou, e dar o melhor de mim em tudo que fizer.
Acima de tudo: amar, amar, amar...
E ser MUITO AMADA.

A partir de hoje, vou viver plenamente, sem medo, e
MUITO FELIZ!

Autor desconhecido

sábado, maio 14, 2011

O Amor - segundo Khalil Gibran


- Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e difíceis.
E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir.
E quando vos falar, acreditai nele; apesar de a sua voz poder quebrar os vossos sonhos como o vento norte ao sacudir os jardins.
Porque assim como o vosso amor vos engrandece, também deve crucificar-vos. E assim como se eleva à vossa altura e acaricia os ramos mais frágeis que tremem ao sol, também penetrará até às raízes sacudindo o seu apego à terra.
Como braçadas de trigo vos leva.
Malha-vos até ficardes nus.
Passa-vos pelo crivo para vos livrar do joio.
Mói-vos até à brancura.
Amassa-vos até ficardes maleáveis.
Então entrega-vos ao seu fogo, para poderdes ser o pão sagrado no festim de Deus.
Tudo isto vos fará o amor, para poderdes conhecer os segredos do vosso coração, e por este conhecimento vos tornardes o coração da Vida.
Mas, se no vosso medo, buscais apenas a paz do amor, o prazer do amor, então mais vale cobrir a nudez e sair do campo do amor. A caminho do mundo sem estações, onde podereis rir, mas nunca todos os vossos risos,e chorar , mas nunca todas as vossas lágrimas.
O amor só dá de si mesmo, e só recebe de si mesmo.
O amor não possui nem quer ser possuído.
Porque o amor basta ao amor.
E não penseis que podeis guiar o curso do amor;
porque o amor, se vos escolher, marcará ele o vosso curso.
O amor não tem outro desejo senão consumar-se.
Mas se amarem e tiverem desejos, deverão se estes:
Fundir-se e ser um regato corrente a cantar a sua melodia à noite.
Conhecer a dor da excessiva ternura.

Ser ferido pela própria inteligência do amor, e sangrar de bom grado e alegremente.
Acordar de manhã com o coração cheio e agradecer outro dia de amor.
Descansar ao meio dia e meditar no êxtase do amor.
Voltar a casa ao crepúsculo e adormecer tendo no coração uma prece pelo bem amado, e na boca, um canto de louvor.

Desejos do amor

O amor não tem outro desejo senão o de atingir a sua plenitude.
Se, contudo, amar é precisar ter desejos, sejam estes os vossos desejos:

De se diluir no amor e ser como um riacho que canta sua melodia para a noite...

De conhecer a dor de sentir ternura demasiada...

De ficar ferido por vossa própria compreensão do amor ...

De sangrar de boa vontade e com alegria...

De acordar na aurora com o coração alado e agradecer por um novo dia de amor...
De descansar ao meio-dia e meditar sobre o êxtase do amor...
De voltar para casa a noite com gratidão ...
E de adormecer com uma prece no coração para o bem-amado, e nos lábios uma canção de bem aventurança ...

Do Livro o Profeta

MEUS FAVORITOS

SUBMARINO

Informática - Submarino.com.br